Arquivo | Restaurantes RSS feed for this section

Roteiros: Restaurantes

6 jan

Como prometi de manhã, coloco aqui alguns restaurantes e cafés que achei interessantes enquanto procurava coisas sobre Lisboa.

Esses dias procurei pelo Vertigo Cafe ali da lista, mas nao achei. Subi e desci a rua e nada. Sera que fechou? Weird… vou dar mais uma olhada, so para conferir.

Vou tentar ir nesses e em outros e depois conto tudo, se eram bons de verdade ou se eram babela de revista e guias de viagem. A princípio parecem legais e bonitos, estou curiosa quanto à beleza dos preços… veremos, veremos…

Anúncios

Formigando pelo mundo

14 dez

Não é segredo nenhum que eu sou uma formiga. Uma formiga alucinada por doces – quando digo doces entenda como chocolate – e amo brownies e profiterólis e chocolates e docinhos e etc e tal.

Na onda do O Viajão que postou domingo sobre umas comidas “exóticas” lá pela Europa, me inspirei para falar um pouco do meu tour gastronômico.

Sabe, não sou dessas pessoas que quando viajam fazem tudo para comer iguarias locais e só pensam em bons restaurantes, pelo contrário, se eu puder gastar 1 centavo pra me alimentar, eu gasto. Prefiro comprar coisas, roupas, shows, bilhetes de trem para outras cidades e por assim vai…

Começamos por Paris, pode ser? Todo mundo baba pelas comidas de lá… de fato nós paramos em um restaurante X (porque não, não lembro o nome) e comemos um salmão perfeito com uma sobremesa linda que era tipo um combo Mc Donalds: almoço + sobremesa + bebida = 10 euros.

Dá um look na sobremesa:

Sou formiga mas quase não aguentei. Tive que fazer um esforço pra né, não desperdiçar esta belezinha.

Seguindo o tour gastronômico, comi um brownie fantástico em Santiago também. Ao invés de sorvete de creme clichê, era sorvete de amora com um pedação de chocolate em cima e morangos. Amei vezes 5 mil essa ótima escolha.

Se quiser ser feliz com essa sobremesa também, o restaurante fica no Shopping Parco Arauco – falei dele nesse post aqui ó – na praça externa. Marquei e não lembro o nome do local, he. Fica numa esquininha e, olhando de dentro do restaurante, a fonte fica bem na frente pro lado esquerdo. (tipo caça ao tesouro essa dica, não?).

Outros doces que são de chorar de bons, são os chocolates belgas. Em Bruxelas você encontra uma infinidade de lojinhas de chocos e o melhor: pode degustar o quanto quiser, inclusive colocar o dedo embaixo das fontes de chocolate e comer.

E lembra da sobremesa do Plaza em NY? Aimeudeus… perdições turísticas…

Isso tudo sem contar a Eurochocolate, que nada mais é que o paraíso para as formiguinhas como eu!

Aiaiai… e vocês? Onde comeram as melhores sobremesas do mundo?

 

 

Kebab

9 dez

Se tem uma coisa que eu sinto falta da Itália são os kebabs. “QUEEEE?”, foi o que você pensou agora. Pois é, sinto muita falta dos kebabs de rua – todas as ruas da cidade praticamente – no combo com fritas e bebida. Coisa elaborada… fina… saudável…

É engraçado, mas em Milão tinha muita, muita, muita barraquinha/lanchonete dessa maravilha turca. E sabe o que é pior? Nunca soube o que tinha dentro desse enrroladinho e meio que não sei se quero saber, pra não perder o mistério e a vontade.

Mas segundo o Wikipedia:

“O kebab é uma espetada de pedaços de carne, por vezes entremeados com vegetais, que vai a assar ou a grelhar no forno, ou na brasa.

O kebab é uma refeição comum na Turquia, na Grécia, na costa do Mediterrâneo (como o sul da França) e em lugares de forte imigração turca como as principais cidades da Alemanha e da Áustria.”

Era o tipo de comida barata e rápida entre a aula da manhã e a aula da tarde, ou ainda voltando da balada. Ao invés de um dogão na esquina, o lance lá é Kebab.

Quer ver como tem muitos por lá?

1. Viale Carlo Troya, 10

2. Via Flavio Baracchini, 10

3. Via Rocca d’Anfo, 4

4. Via Vigevano, 9

5. Viale Enrico Forlanini, 58

6. Via Angelo Inganni, 2

7. Via M.M. Boiardo, 11

8. Via Meda, 6

9. Via Giacomo Matteotti, 10

10. Via Radaelli, 15

11. Via Camillo Benso Conte di Cavour, 84

12. Via Vittorio Veneto, 77

13. Corso Giuseppe Garibaldi, 119

Acho que deu pra entender né? Tem no mínimo mais uns 100 no Google Maps, ou seja, não vai ser difícil achar um durante seu passeio na capital da moda!!

E mesmo parecendo meio nojento e desconfiável, acredite, é muito bom. Pode comer, você não vai morrer.

O2 Londres

19 nov

Já ouviu falar no O2? Pois então, eu não tinha ouvido falar até uma amiga minha que mora em Londres me convidar para ir conhecer.

O lugar fica meio afastado do centro, se você for de metrô, é só pegar a Jubilee Line (linha cinza) sentido North Greenwich e parar em O2. Lembrando que ali é zona 2, então observe se o seu bilhete é válido até lá.

Para você ter uma noção da distância e tempo da viagem, saindo da estação Canary Wharf, vai levar 5 minutos; saindo de London Bridge, 10 minutos; Waterloo, 15 minutos e Bond Street, são 20 minutos. Se for analisar, é longinho, porque se indo de metrô você faz uma viagem 15 minutos, imagina de carro? Sem contar o lance de ter que estacionar e tudo o mais.

A área é super bonita, é tipo uma mega bolha gigante moderna.

O O2 tem vários restaurantes bacanas, para todos os bolsos, além de exposições diferentes e shows absurdos!

Sobre os restaurantes, lá você encontra: American Bar & Grill, The Loft, Pizza Express, Gaucho, Garfunkels, Union Square, Thai Silk, Rodizio Rico (comida brasileira), The Slug and Lettuce, TGI Friday´s, GBK, Zizzi, Spur, Water Margin, Nando´s, Ha ha bar & grill e Las Iguanas. Isso na avenida de entretenimento, como eles denominam.

Já na arena, você acha: Nestlè, Soundbites Grill, Beck´s Vier Bar, Two Degrees Bar, O2 Blueroom, Sandwich Filling Station,  Chop Chop Stir Fry, Carve Up, Salt + Vinegar Fish and Chips e Base Pizzeria. Aqui embaixo um mapinha da arena:

Lá eles tem todos os tipos de eventos, muda sempre, desde exposições legais, atrações para crianças e mega shows, tipo Paramore, Gorillaz, Arcade Fire, 30 seconds to Mars, Simply Red, Lady Gaga, Scissor Sisters, Shakira, King of Leon, Usher, Taylor Swift, Sade e mais um monte de gente. Isso tudo está programado até SETEMBRO do ano que vem! Clica aqui para ir direto na página dos shows.

Quando fui lá, pegamos aquela exposição “Bodies“, do médico Roy Glover.

Ela era mais cara, ainda mais comparando com o fato de que em Londres quase todos os museus são gratuitos, mas valeu muito a pena ir. Achei bem legal e diferente.

O O2 abre ás 9h e fecha tardão. A última entrada acontece à 1h da manhã!

São Paulo – restaurantes

22 out

São Paulo tem zilhões de restaurantes, bares, pizzarias, botecos… toda vez que dou um pulo por lá, acabo conhecendo algum lugar novo. Na minha última viagem fiquei mais pelo bairro de Pinheiros e meus queridos anfitriões me apresentaram dois lugares ótimos.

Pita Kebab

R. Francisco Leitão, 282 | 11 3774 1719

Comida árabe num ambiente moderninho e aconchegante. A parte de trás é aberta, num ar de quintal bem bonitinho. No dia que fui choveu, então colocaram um toldo, mas o teto é alto e fica bem arejado.

Os pratos são bem servidos, dependendo do que você pedir dá pra duas pessoas. Os kebabs são ótimos, destaque para o de couve empanada – não conhecia, delicinha. O de falafel também é jóia. Você pode conferir o cardápio no site. Os preços são médios… não é super barato, mas nada tão absurdo também. Tá dentro do padrão paulista, que é um pouco mais caro do que o de Curitiba em tudo.

El Guatón

R. Artur de Azevedo, 906

Restaurante super simpático de empanadas chilenas. Além das empanadas assadas e fritas, servem pratos típicos, frutos do mar… Não comi, mas meus amigos recomendaram o Pastel de Choclo pra quem gosta de carne. É tipo uma torta quente de milho, carne, frango e mais outras coisas numa cumbuquinha. Você também vê o cardápio no site.

foto de divulgação

Eles tem uma carta legal de bebidas, com algumas cervejas internacionais, batidas, cocktails. Pra quem não curte alcool, os sucos são todos feitos de polpa de fruta. Entre as sobremesas, escolhi a torta de mil folhas com dolce de leite. Gostosa, mas não sou muuito de doce de leite.

 foto de divulgação

Os preços são bons, mais em conta que o Pita Kebab. Empanada, suco e sobremesa sairam por uns vinte reais…

Alguma dica de onde comer em Pinheiros?? Deixe um comentário!


Guadalajara II

11 out

Quando postei aqui o Guadalajara I disse que ia fazer a parte II da cidade com os restaurantes, mas foi passando, passando, a gente foi viajando, viajando e a 2º parte veio bem depois da 1º!

Mas pelo menos a gente não esqueceu dela né? Chegou a vez de falar de alguns lugares interessantes de Guada aqui no blog, e o melhor de tudo é que são todos acessíveis aos nosso bolsos de turista.

Chai

Este foi o primeiro lugar que fui quando cheguei na cidade. Ele é todo meio indiano e super bonitinho. Tem em vários lugares da cidade e o cardápio é mais de lanches, tipo sanduíches, paninis e saladas, mas tem bastante opção e assim como tudo no México, tem vários pratos com pimenta mexicana e uns temperos que só eles tem.

Uma coisa que achei legal é que quando fomos tinha um menu que era double drink e você pedia um sanduíche e ganhava outro (ou algo assim). São bem servidos, eu nem aguentei o meu inteiro!

Os preços são bem comedidos e o bom é que a moeda deles vale bem menos que a nossa, então quando você vê ali no menu $47 pesos = R$ 9,40 mais ou menos. Não se assuste, ok?

Chop

A Chop é do mesmo grupo do Chai, mas achei o menu um pouco mais interessante, não só de sanduíches e lanches. Eles tem calzones e pizzas também, além de saladas e pratos lights.

O preço é o mesmo da irmã Chai e achei o ambiente super legal. Quando chegamos sentamos lá fora porque estava calor e um clima agradável e tinha tv para vermos os jogos da Copa (sim, fui pra lá durante a Copa e vi o Brasil perder lá e quase morri), mas começou a fechar o tempo e ameaçar chuva. Tivemos que ir lá pra dentro, que era tão bacana quanto fora.

Os pratos lá são MEGA bem servidos. Eu não consegui comer nem metade do calzoni que pedi…. e segundo eles o treco era individual. Ahnnn, o que você acha?

Ah e devo comentar também que esse foi assim, o único lugar que achei um suco decente pra tomar. Eu sofro com esses lugares que não tem suco, pois não tomo refrigerante, só água e suco mesmo, e juro que não tem lugar que tenha sucos tão bons quanto os que tem aqui no Brasil. Antes eu viajava e me arriscava a pedir sucos na ilusão de que seriam como os daqui… mas não. Sempre vem uma coisa aguada, ruim, gosto de sei lá… e na Chop achei que talvez rolasse… sorte que estava certa desta vez e o suco era bem bom! Ufa!

Carlitos

Este é uma pizzaria argentina. Oi? É isso mesmo? Sim, é isso mesmo. O lugar é bem pequeno, mas a comida é bem gostosa. Eles servem outros pratos além de pizza, tem carne e tal.

Assim como os outros restaurantes, ele é bem servido também e a música de fundo é tango, bem como a decoração.

Acabei não tirando fotos de lá, mas não se assuste quando chegar, o lugar é pequeno e parece meio suspeito, mas a comida é ótima e o preço também!

Tacos e mais tacos

Eu achava que era mentira que eles comiam sempre comida mexicana, sabe? Aí me surpreendi, pois ele realmente SÓ comem isso! De manhã, de tarde, de noite, de madrugada…. achei tenso, porque né, a comida é bem forte.

O mais engraçado é que enquanto nós aqui saímos da balada e vamos na esquina comer um “dogão” eles saem das festas e vão comer uns tacos. Tem de tudo, uma super variedade e tem em vários lugares na rua, assim como os nossos “dogs”. São baratíssimooooos, tipo R$2/R$3 cada um, e são meio pequenos, você come no mínimo uns 3.

Além dos tacos de rua, tem muito milho também. Sabe esse que tem na praia? E é meio farofa e suspeito? Esse mesmo! Tem em vários lugares.

Pelo menos, você nunca vai passar fome por lá, já que é tudo bem baratinho e tem em tudo que é canto uma barraquinha vendendo alguma coisa típica mexicana.

Eu não comi em muitos restaurantes de Guadalajara, comemos várias vezes em casa e fiquei apenas 3 dias na cidade. Mas fui feliz nos lugares que pude ir, por isso recomendo! Aqui neste site tem uma lista dos melhores restaurantes de Guada.

Só um alerta: a comida mexicana é bem gostosa, mas cuidado quando chegar lá. Os temperos são muito pesados e tudo tem muita gordura, é comum turista “chegar-chegando” e passar mal logo nos primeiros dias. É sério isso, ok? E cuidado também com os jalapeños, eles são assassinos e destruidores!

Buenos Aires para vegetarianos

6 out

Na vibe portena…

Antes de mais nada, não vegetarianos também podem aproveitar esse post. Sem problemas se você gosta de um churrasco, provavelmente vai curtir uma das tradições locais que acabei deixando passar. É que ser vegetariano na própria cidade já é complicadinho… atendentes não entendem que “sem carne” não quer dizer “com frango”, comidas de soja são dificeis de achar e caras, sempre. Todo mundo come o bolinho de queijo antes da esfira de carne… Mas, né, em casa sempre se dá um jeitinho.

Agora, quando você tem que sair do país… bate aquela tensão. E quando você decide ir para um lugar com a cultura centrada na carne e no churrasco, panpan! Melhor ir preparado… Mas no fim me assustaram sobre isso, e foi um pouco a toa. Com um pouquinho de jeito e sem muita frescura, dá pra se virar super bem. Um dicionário de espanhol na hora do cardápio também é bem útil, mas se você não arranjou um ainda, essas palavras já ajudam:

Palavras chave: Queso, Cebolla, Salsa (molho) tomate, Seta (cogumelo), Ajo y acete (alho e oleo)

Fuja de: Parrila (churrasco), Pollo (frango), Ternero (vitela), Chouriço (bifezão)

Café da manhã e snacks

A maioria dos cafés serve combos de um dos doces abaixo mais café ou suco de laranja ou os dois. Perto do congresso os preços são mais amenos, assim como no centro. Nos bairros mais arrumadinhos, fica um pouco mais caro como todo o resto. Padarias são mais raras, mas aparecem as vezes. Aproveite para se estocar de medialunas (croassant, normalmente doce. Delicia e é tipo pão de queijo aqui… tem em toda parte), facturas (folheado com doce de framboesa), churros. Para não ficar só no doce em quase todo Café/Restaurante/Bar você também vai achar empanadas, tipo pasteisinho assados, recheados de queijo ou vegetais. Delícia, substâncial e bem em conta, normalmente.

Massas!

Viva a disseminação da culinaria italiana! Em Buenos Aires você consegue encontrar ótimos pratos de massas com molhos sem carne. Quase todo restaurante desses mais comuns tem o cardápio exposto nas janelas ou na porta, então você pode se decidir sem necessáriamente entrar. Os preços são justos e os pratos são bem servidos.

Batatabatatabatata

Carboidrato é sempre uma opção viável e aqui não deixa de ser o mesmo. As porções de batata são muito em conta e, em geral, deliciosas. Fica a dica de que a batata do Mc é super em conta, pra necessidades de fast food.

Dar um pulinho do mercado

Se há a possibilidade de cozinha no hotel, sempre ajuda, em qualquer lugar. O que me deixou surpresa foi a diversidade de hamburguer de soja no supermercado e o preço muito amigável. Pelo menos no Carrefour da 9 de Julho, que era o mais próximo ao meu hostel.

Restaurantes orgânicos

Deu pra se virar até agora, mas quer algo mais substâncial? Existem alguns restaurantes orgânicos espalhados pela cidade. Orgânicos, mas na maioria dos casos ainda servem pratos com carne, então preste atenção no cardápio!

Origin

Fica perto do Mercado de San Telmo. Bem bonitinho, pratos bem elaborados… vem até uma sopinha de entrada. (que me enganou, achei que tinha entendido o cardapio e fiquei decepcionada. ai veio o prato principal, há… muito burrinha). O wok com broto de feijão é muito bom e dá pra duas pessoas tranquilamente.

Puravida

Outra ótima opção é esse auto entitulado JuiceBar, no microcentro. Além dos sucos e smooths, várias opções de lanches, saladas, sopas, etc. No site deles tem o menus, preços e tudo mais.

Mais dicas bacanas neste site!