Buenos Aires para vegetarianos

6 out

Na vibe portena…

Antes de mais nada, não vegetarianos também podem aproveitar esse post. Sem problemas se você gosta de um churrasco, provavelmente vai curtir uma das tradições locais que acabei deixando passar. É que ser vegetariano na própria cidade já é complicadinho… atendentes não entendem que “sem carne” não quer dizer “com frango”, comidas de soja são dificeis de achar e caras, sempre. Todo mundo come o bolinho de queijo antes da esfira de carne… Mas, né, em casa sempre se dá um jeitinho.

Agora, quando você tem que sair do país… bate aquela tensão. E quando você decide ir para um lugar com a cultura centrada na carne e no churrasco, panpan! Melhor ir preparado… Mas no fim me assustaram sobre isso, e foi um pouco a toa. Com um pouquinho de jeito e sem muita frescura, dá pra se virar super bem. Um dicionário de espanhol na hora do cardápio também é bem útil, mas se você não arranjou um ainda, essas palavras já ajudam:

Palavras chave: Queso, Cebolla, Salsa (molho) tomate, Seta (cogumelo), Ajo y acete (alho e oleo)

Fuja de: Parrila (churrasco), Pollo (frango), Ternero (vitela), Chouriço (bifezão)

Café da manhã e snacks

A maioria dos cafés serve combos de um dos doces abaixo mais café ou suco de laranja ou os dois. Perto do congresso os preços são mais amenos, assim como no centro. Nos bairros mais arrumadinhos, fica um pouco mais caro como todo o resto. Padarias são mais raras, mas aparecem as vezes. Aproveite para se estocar de medialunas (croassant, normalmente doce. Delicia e é tipo pão de queijo aqui… tem em toda parte), facturas (folheado com doce de framboesa), churros. Para não ficar só no doce em quase todo Café/Restaurante/Bar você também vai achar empanadas, tipo pasteisinho assados, recheados de queijo ou vegetais. Delícia, substâncial e bem em conta, normalmente.

Massas!

Viva a disseminação da culinaria italiana! Em Buenos Aires você consegue encontrar ótimos pratos de massas com molhos sem carne. Quase todo restaurante desses mais comuns tem o cardápio exposto nas janelas ou na porta, então você pode se decidir sem necessáriamente entrar. Os preços são justos e os pratos são bem servidos.

Batatabatatabatata

Carboidrato é sempre uma opção viável e aqui não deixa de ser o mesmo. As porções de batata são muito em conta e, em geral, deliciosas. Fica a dica de que a batata do Mc é super em conta, pra necessidades de fast food.

Dar um pulinho do mercado

Se há a possibilidade de cozinha no hotel, sempre ajuda, em qualquer lugar. O que me deixou surpresa foi a diversidade de hamburguer de soja no supermercado e o preço muito amigável. Pelo menos no Carrefour da 9 de Julho, que era o mais próximo ao meu hostel.

Restaurantes orgânicos

Deu pra se virar até agora, mas quer algo mais substâncial? Existem alguns restaurantes orgânicos espalhados pela cidade. Orgânicos, mas na maioria dos casos ainda servem pratos com carne, então preste atenção no cardápio!

Origin

Fica perto do Mercado de San Telmo. Bem bonitinho, pratos bem elaborados… vem até uma sopinha de entrada. (que me enganou, achei que tinha entendido o cardapio e fiquei decepcionada. ai veio o prato principal, há… muito burrinha). O wok com broto de feijão é muito bom e dá pra duas pessoas tranquilamente.

Puravida

Outra ótima opção é esse auto entitulado JuiceBar, no microcentro. Além dos sucos e smooths, várias opções de lanches, saladas, sopas, etc. No site deles tem o menus, preços e tudo mais.

Mais dicas bacanas neste site!

Anúncios

3 Respostas to “Buenos Aires para vegetarianos”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Prêmio Viagem e Turismo « Finestrino - 23/10/2010

    […] Mérito Mi Casa, Tu Casa Buenos Aires A gente já sabia e postou várias coisas de lá: 1. Restaurantes Vegetarianos 2. Tangos 3. Intercâmbio 4. El Palacio de la Papa Frita 5. Palermo Viejo 6. Malba e Calle Florida […]

  2. Buenos Aires #roteiro parte 3 « Finestrino - 23/01/2011

    […] você não viu os outros, dicas básicas aqui e os bairros de San Telmo e Microcentro aqui. Também restaurantes, tangos e o cemitério da […]

  3. Buenos Aires #roteiro parte 3 | FINESTRINO - 11/04/2011

    […] você não viu os outros, dicas básicas aqui e os bairros de San Telmo e Microcentro aqui. Também restaurantes, tangos e o cemitério da […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s