NDesign e o Largo da Ordem

27 jun

Então você fugiu do evento um pouquinho e quer fazer algum roteiro turista em Curitiba? Já falei sobre o Mon e região… também temos uma coleção enooorme de parques e bosques, mas o meu passeio favorito é o Centro Histórico, no bairro do São Francisco, mais conhecido pelos curitibanos como Largo da Ordem. Tudo fica pertinho, então você não gasta muito tempo do seu dia e é barato, mesmo que você resolva entrar em um museu ou outro – a entrada ou é franca ou não passa dos R$5 para estudantes. Mesmo se você quiser esticar o programa num dos bares da região não é lá muito caro dependendo da escolha, que varia de bares arrumadinhos aos botecões de rua, pra quem gosta.

Ali se encontram parte dos prédios mais antigos da cidade. Começando do alto do Largo, na praça João Candido, você pode ver o Reservatório do São Francisco, erguido na área mais alta da cidade, em 1908; o Belvedere, de 1915, que já foi um observatório astronômico; as ruínas da inacabada Igreja de São Francisco de Paula, de 1811. Do outro lado das ruas fica o Museu Paranaense, um construção linda e que vale a visita para quem gosta de acervos históricos.

Descendo um pouco, na praça Garibaldi, estão o Palácio Garibaldi, o relógio de flores e a Fonte da Memória, mais conhecida como Cavalo Babão. Tá, todo mundo sabe que ela é meio… esquisita. Mas você se acostuma e passa a gostar desse cavalo agonizante que verte água por debaixo da língua…

Andando mais um pouco você vai ver as três igrejas da região, a Igreja do Rosário, que na época foi construída por e para os escravos, a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, de 1737, que abriga o Museu de Arte Sacra de Curitiba e a Igreja Presbiteriana Independente.

A parte mais baixa do Largo da Ordem é um grande calçadão, ladeado de casas transformadas em bares, casas de artesanato e galerias. Os bares mais famosos da região são o Bar do Alemão, com seu submarino de steinhaeger (os copinhos são pra levar, pode afaná-los sem culpa) e o Sal Grosso, logo ao lado, mais simples, mas muito bacana. Dependendo da época, você ainda pode assistir uma peça no TUCA, descendo as escadas que levam para o outro lado da rápida, ou ver alguma exposição no Memorial.

Se você resolver ir no domingo de manhã, vai conhecer a feirinha do Largo, com muitos expositores de artes, artesanato, barraquinhas de comidas, exibição de carros antigos e, vez ou outra, personalidades de Curitiba como o Pla.

O São Francisco é um bairro muito bacana… além dos pontos turísticos há vários bares, cafés, lojas e casas noturnas… mas isso fica para o próximo post!

*fotos retiradas dos sites agenda-digital, skyscrapercity, aviagemoficial e trak-skizo

Anúncios

2 Respostas to “NDesign e o Largo da Ordem”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Curitiba – cafés « Finestrino - 02/10/2010

    […] meados de Junho, se não me engano, foi inaugurada ali na região do São Francisco o Brooklyn Coffee Shop. Mais especificamente na Trajano Reis, […]

  2. Curitiba – cafés | FINESTRINO - 10/04/2011

    […] meados de Junho, se não me engano, foi inaugurada ali na região do São Francisco o Brooklyn Coffee Shop. Mais especificamente na Trajano Reis, […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s